O que eu tenho a dizer sobre: Extras, de Scott Westerfeld

Extras   Título original: Extras
   Autor(a): Scott Westerfeld
   Editora: Galera Record
   ISBN.: 9788501083685
   Número de páginas: 415

 Sinopse: Aya Fuse ocupa uma posição insignificante na sociedade. Não fez nada de importante, seus vídeos são poucos acessados e, para piorar, ela é Feia e Extra em uma cultura na qual a perfeição foi substituída pela fama. Todos estão fazendo o melhor que podem para chamar atenção e, quem sabe, ocupar o topo do ranking de popularidade.
Quando Aya descobre um grupo de garotas que se aventura ao surfar trens magnéticos, vê sua grande chance de se tornar famosa. É só fazer uns vídeos legais e pronto, está garantido o sucesso com milhares de visualizações em seu canal. Mas ao perceber que essa notícia é apenas o gancho para uma história muito mais perigosa, Aya entende que só a pessoa mais famosa do mundo será capaz de ajudá-la

 

 

Depois de quase dois anos, enfim, li Extras, o último livro da saga escrita por Scott Westerfeld. Por que eu demorei tanto? Porque sempre que começava a ler, batia um desânimo e eu acabava largando. Extras se passa no mesmo cenário dos três livros anteriores, porém com novos personagens, novas histórias, então se você espera lê-lo como o fim da coleção, é melhor manter em mente antes de tudo, que ele não é nada disso. Pense nele como um complemento, com quase nenhuma ligação com os livros anteriores. Se você quiser ler a resenha de Feios, Perfeitos e Especiais antes de ler esta, é só clicar aqui.
IMG_2830-copy
Extras se passa no Japão, 3 anos após os acontecimentos de Especiais. Depois da Guerra de Diego (como ficou conhecido o episódio de libertação provocado por Tally), a economia do lugar se viu em decadência, e eles precisaram arrumar uma nova moeda de troca, já que o método utilizado pelos enferrujados era muito antiquada. Foi aí que surgiu a fama. Cada pessoa teria um canal, onde pode postar vídeos, notícias, o que bem entendesse e outras pessoas assistiriam. Quanto mais pessoas assistindo e comentando sobre o que você posta, mais famoso você fica e, consequentemente, mais rico. É isso que separa as pessoas que podem ter o que quer, já que têm uma boa qualificação de popularidade, e os extras, pessoas quase invisíveis nessa sociedade.
Aya Fuse é uma delas. Com 15 anos, sem nenhuma cirurgia (sendo considerada uma feia ainda) ela ocupa o ranking 451.611 e seu maior sonho é se tornar famosa.
IMG_2809-copy
Ela vê sua grande chance quando, por acaso, descobre ser real a existência das Ardilosas. Um grupo de garotas que arriscam a vida nas mais inusitadas situações e que, até então, eram consideradas lendas. Após conseguir fazer parte do grupo e com a ajuda de várias câmeras escondidas, Aya começa a fazer suas imagens e mal pode esperar pra entrar para o hall da fama, nem que isso signifique ter que trair suas novas amigas.
O que ela não poderia imaginar é que descobriria algo bem maior do que a existência das Ardilosas e que poderia significar o fim de toda a raça humana. Após publicar tudo o que descobriu, ela se vê sendo perseguida por pessoas que preferiam se manter no anonimato e para desvendar toda a verdade, contará com a ajuda de uma pessoa há muito ausente, que prometeu cuidar do planeta e evitar que qualquer mal fosse causado à ele.
IMG_2800-copy
Como falei ali em cima, o livro conta uma história a parte dos anteriores e é apenas um complemento a fim de nos mostrar um pouco mais do que aconteceu depois da Guerra de Diego.
Particularmente, achei a ideia bem legal, e apesar do meu preconceito inicial, conforme fui lendo descobri que o livro é tão bom quanto os anteriores. Ele segue a mesma linha de narração e é muito legal ter uma ideia de como os ex-avoados estão se virando no novo mundo.
Entretanto, senti que ele poderia ter explorado um pouco mais da história. Tally Youngblood reaparece nesse livro junto com os cortadores, mas não nos conta muito sobre ela e como está vivendo os últimos 3 anos. Apenas nos dá fatos soltos e isso só me deixou mais curiosa pra saber o que aconteceu. Penso que, já que ele colocou os antigos personagens de volta na trama, ele poderia ter explorado um pouco mais esse lado.
IMG_2820-copy
Tirando isso é muito interessante ver no livro a referencia que o autor faz com a obsessão dos personagens pela fama com a situação do mundo atual.
A coleção inteira é super indicada! E de vez em quando ela entra em promoção lá no Submarino e fica bem baratinha.
Uma boa leitura à todos!

Maria Simone

24 anos, leonina, carioca, futura design gráfica e leitora assídua até de rótulo de shampoo. Apaixonada por fotografia e pela natureza.

RELATED POSTS

DEIXE SEU COMENTÁRIO