Conhecendo um pouco de Petrópolis

Completei 22 aninhos dia 17 de agosto. E, embora todo ano eu faça uma pequena comemoração aqui em casa e seja sempre uma oportunidade de juntar todos os amigos, esse ano eu resolvi que queria passar o meu aniversário mais tranquila e fazer uma viagem pra conhecer algum lugar novo. Nasci e cresci no Rio, mas até hoje não conhecia Petrópolis direito. Fui algumas vez quando pequena, pra casa de uns conhecidos, mas não tinha conhecido a cidade do jeito que eu queria. Foi por esse motivo que escolhi meu ponto de destino: Petrópolis. Foi uma viagem rápida, saímos bem cedinho de casa (que fica a cerca de uma hora da cidade) e voltamos de tardezinha. Mesmo sendo rápida deu pra conhecer vários lugares e tirar várias fotos!

Confesso que esse post já deveria ter sido lançado a mais ou menos dois meses atrás, mas como veio a mudança de hospedagem do blog, a criação de um novo layout e etc., o post só acabou atrasando bastante. Ainda pretendo voltar em Petrópolis pra conhecer ainda mais da cidade e pra visitar uma amiga muito querida que, por conta do pouco tempo, não pude ir lá reencontrá-la.

IMG_4226 copy IMG_4237 copy IMG_4238 copy IMG_4242 copy IMG_4244 copy

Eu amo lustres, então podem imaginar como fiquei encantada com todos os lustres que esse hotel possui né? Antigamente, ao invés dessas lampadas em formato de vela eram usadas velas de verdade. Fico só imaginando o trabalhão que dava pra trocar todas!

IMG_4251 copy IMG_4253 copy IMG_4258 copy IMG_4259 copy IMG_4266 copy

IMG_4274 copy

Hotel Quintandinha. Todas as fotos anteriores foram tiradas dentro do seu interior.

IMG_4267 copy IMG_4269 copy

Visão da frente do hotel.

IMG_4279 copy

Catedral de São Pedro de Alcântara. É aí dentro que fica o Mausoléu Imperial. Em cima das lápides de D. Pedro II e sua família há esculturas em tamanho real de cada um deles. Eu não consegui entrar pra fotografar, mas esse já é ponto principal da próxima viagem. Dizem que o tumulo de D. Pedro tem uma ilusão de ótica e dá a impressão que o peito dele se move como se respirasse.

IMG_4280 copy IMG_4283 copy IMG_4288 copy IMG_4289 copy

Museu Imperial. Definitivamente foi o lugar que fez toda a viagem valer a pena. Eu adoro história (como boa leitora que sou) e é maravilhoso ver todos aqueles pertences de pessoas que viveram em uma época tão distante da nossa. Fiquei imaginando toda a história por trás daqueles moveis e pertences pessoais. Como eles chegaram ali, quem os usava e para que. Quantos detalhes da vida de uma pessoa tão importante esses móveis poderiam contar… Não é permitido fotografar lá dentro e pra entrar é necessário usar um calçado especial à fim de manter intacto o piso original da época. Realmente vale muito a viagem.

E pra deixar tudo ainda mais especial eu vi um esquilo pessoalmente! Eu nunca tinha visto um de pertinho então fiquei tão feliz por encontrá-lo *-*
Claro que tirei milhares de fotos dele né, mas como o post já está quilométrico, melhor colocar só algumas hihi

IMG_4294 copy IMG_4301 copy IMG_4305 copy

Espero que tenham gostado dos meus registros por lá. E fico feliz por poder compartilhar um pouco das minhas viagens e passeios com vocês aqui pelo blog. Espero poder fazer esse tipo de post mais vezes aqui no blog ^^

Maria Simone

24 anos, leonina, carioca, futura design gráfica e leitora assídua até de rótulo de shampoo. Apaixonada por fotografia e pela natureza.

novembro 9, 2015
novembro 16, 2015

RELATED POSTS

2 Comments

  1. Responder

    Mayara Oliveira

    novembro 12, 2015

    Lindoooo!! Sem palavras…
    Amei as fotos, ficaram perfeitas, parabéns! Quero um dia ir pra lá tbm!
    Bjus

    • Responder

      Maria Simone

      novembro 14, 2015

      Obrigada flor! E vai sim, vale super a pena <3
      Xoxo!

DEIXE SEU COMENTÁRIO