O que eu tenho a dizer sobre: Ailla e o Luferino, de Rafaela, Cinthia e Airton

Ailla Angelin é uma jovem de 14 anos que desde pequena tem um ursinho de pelúcia com uma característica bem peculiar: seus olhos são de cores diferentes. Um é azul e o outro é âmbar. Por conta disso, ele acabou ganhando o nome de Duas Cores e é com ele que ela dorme todas as noites abraçada. Ailla é uma menina de cabelos cor de fogo um tanto bagunceira e desorganizada, mas sua melhor amiga, Natasha (Nat) sempre a salva e a ajuda no que é preciso, assim como seus pais, que estão sempre presentes e lhe concedendo amor. Quem os vê, os acha a família mais perfeita do mundo. O problema começa quando seu ursinho Duas Cores começou a desaparecer de seu quarto e, ao mesmo tempo, acidentes e catástrofes enormes começaram a acontecer em sua cidade.

 

AILLA_E_O_LUFERINO_1426623362440916SK1426623362BTítulo original: Ailla e o Luferino
Autor (a): Rafaela Souza, Cinthia Silva e Airton Júnior
Editora: Produção Independente
ISBN.: B00TZI0A7G
Número de páginas: 180
Ano: 2014

 Sinopse:

Quando Ailla, uma garota de 14 anos, descobre sua origem nada convencional seu mundo vira de cabeça para baixo. Uma missão lhe é entregue e de seu sucesso depende todo o universo, todos os mundos, inclusive o nosso. Ao lado de Natasha, sua melhor amiga, do jovem e misterioso empresário Weyne Wizzard e de Ven Hailer, seu fiel e inusitado protetor, ela embarca numa jornada de autoaceitação que pode custar a menina de longos cabelos ruivos, muito mais caro do que ela imagina. Esse é o livro de Estréia da série Ailla e o Luferino, uma obra inteligente criada para surpreender os leitores, levando-os a um universo inovador cheio de magia e suspense, feito para contagiar crianças, adolescentes e adultos!

Adicionar ao Skoob

 

Por mais que num primeiro momento ela ache que está ficando louca, logo Ailla vê que tem alguma coisa errada com toda essa história dos sumiços misteriosos do seu urso de pelúcia e dos acidentes. Os dois estão interligados. É então que numa noite chuvosa de inverno em que seu urso está novamente desaparecido, Ailla acaba ouvindo uma conversa dos pais e descobre um grande segredo da sua família. Desnorteada, Ailla sai correndo porta à fora, no frio congelante e acaba encontrando Ven Hailer, um rapaz que a salva do frio e pode lhe dar mais respostas sobre sua vida do que ela poderia imaginar. Quando toda a verdade vem à tona, Ailla descobre que tem um protetor e grande amigo que esteve com ela a vida toda e, além disso, um destino perigoso lhe espera. Com a ajuda de Ven, Weyne e Nat, ela descobre que tem um grande poder e que o futuro de um mundo inteiro e de milhares de raças depende dela.

IMG_7038 copy

Ailla é uma menina doce e determinada e ao mesmo tempo bem cabeça dura. Do tipo que não aceita ordens de ninguém. Natasha, sua melhor amiga e companheira em todas as suas aventuras, é uma menina alegre que está sempre ao lado de Ailla, ajudando e a fazendo dar boas risadas (e passar algumas vergonhas também). Ao longo da história vamos conhecendo um pouco mais sobre Ven Hailer e sobre Weyne Wizzard, um grande empresário do ramo tecnológico e um bruxo nas horas vagas. Devo dizer que essa junção de tecnologia e bruxaria foi genial haha.

IMG_7041 copy

Eu sempre tive uma queda por literatura fantástica, então quando a equipe RCA me enviou um convite, na verdade um desafio, lá no Instagram eu fiquei super feliz. Eu recebi a versão em e-book e li pelo celular mesmo, através do Google play livros. O livro é contado em terceira pessoa e possui uma leitura leve, simples e gostosa, os capítulos são bem pequenos e o enredo se passa em Calgary, no Canadá. O que mais gostei do livro foi a construção da história. Rico em detalhes bem elaborados, os autores criaram um mundo a parte, Berillian, que é de onde nossa querida protagonista e mais alguns personagens vem. Embora eu tenha sentido falta de um pouco mais de ação, Ailla e o Luferino é o primeiro volume de uma coleção com oito livros, então com certeza, a ação ainda está por vir.

IMG_7044 copy IMG_7048 copy

Ailla e o Luferino é um daqueles livros ideais pra ler em uma tarde relaxante. Por ser fininho é possível terminar de ler em apenas um dia ou dois. E é super indicado pra quem gosta de literatura fantástica 

O livro ainda não está sendo vendido nas livrarias convencionais (ainda), mas com certeza daqui a pouco ele ganha o mundo e vocês vão poder encontrá-lo nas livrarias mais próximas. Por enquanto, para adquiri-lo, tanto a versão digital quanto o livro físico, vocês podem entrar em contato com um dos autores pelo Instagram e solicitar a edição de vocês (@airtonjunior007). Ou entrar em contato pela página de Ailla e o Luferino lá no facebook clicando aqui

Eu mal vejo à hora de conferir os próximos livros *-*


Sobre os autores

Um dos fatos mais legais do livro é que ele foi escrito por três pessoas diferentes! Pois é. É possível e deu super certo.

1
Rafaela Souza: Nascida dia 20 de Março de 1990, 24 anos, natural de Recife-PE, é apaixonada por sua cidade, ama ler e sempre escreveu histórias para si, sem nunca mostra-las a ninguém. Aos 15 anos precisou se mudar para Juazeiro do Norte-CE, onde tudo começou a acontecer. (Instagram: @Rafaelacds)

 

 

2Cinthia Silva: Natural de Ouricuri-PE, nascida dia 20 de maio de 1991, 23 anos, a mais jovem da equipe e escritora de fanfics. Juntas Rafaela Souza e Cinthia Silva cursaram a faculdade de Fisioterapia e descobriram que além de grandes amigas tinham um amor em comum: a escrita! (Instagram: @cinthy_silva)

 

 

3
Aírton Júnior: Nascido dia 03 de Julho de 1978, natural de Vitória de Santo Antão-PE, 36 anos, desenhista, sempre criou histórias em quadrinhos, mas sempre as mantinha guardadas. Atualmente formado em Administração e Marketing, mudou-se para Juazeiro do Norte, onde vive com Rafaela Souza e tem um filho de 1 ano e 6 meses, Cauã Eduardo. (Instagram: @airtonjunior007)

Maria Simone

24 anos, leonina, carioca, futura design gráfica e leitora assídua até de rótulo de shampoo. Apaixonada por fotografia e pela natureza.

março 7, 2016

RELATED POSTS

2 Comments

  1. Responder

    Jeh Asato

    março 12, 2016

    Só consigo pensar em uma coisa: tô curiosa em saber qual é o segredo dessa família, minha gente?!?!!?
    Eu quase não leio literatura fantástica mas essa parece bem legal! Bacana imaginar que os autores conseguiram conciliar suas ideias em uma história só, né? Geralmente acontece com RPG, nossa, eu adoravaaaa jogar RPG!!!! \o/
    Obrigada pela dica!
    :*

    • Responder

      Maria Simone

      março 15, 2016

      O livro é realmente muito bom e eu fiquei pensando exatamente a mesma coisa sobre como eles conseguiram entrar em harmonia e criar um livro tão bom.
      E menina, tu jogava RPG? *–*
      Que legaaaal. Geralmente eu jogo jogos online de RPG. Só joguei RPG de mesa uma vez e foi bem improvisado porquê foi na festa de casamento de uma amiga. Pois é haha
      Mas eu achei muuito divertido e tenho muita vontade de jogar de verdade um dia.

DEIXE SEU COMENTÁRIO