0 In Resenhas

{Resenha} Abominação, de Gary Whitta

Abominação foi o primeiro livro que recebi em parceria com a editora DarkSide Books e eu não poderia ter começado essa parceria de um jeito melhor.

Escrito por Gary Whitta, famoso roteirista responsável por filmes como Rogue One: Uma história Star Wars e Depois da Terra, o livro traz um pouco do universo das invasões Vikings aliado à uma boa pitada de magia negra e ocultismo.


Abominação, de Gary WhittaTítulo original:
 Abomination
Autor(a): Gary Whitta
Editora: DarkSide Books
ISBN.: 9788566636796
Ano: 2017
Número de páginas: 320

 Sinopse:

A era medieval é muito mais conhecida por seus mistérios do que por seus registros históricos. Talvez seja melhor assim. Há quem acredite que estaremos mais seguros enquanto não soubermos de toda a verdade. Mas quem disse que as lendas não podem ser mais reais do que você imagina? Abominação reconta um dos capítulos mais sangrentos da história da Inglaterra: as invasões vikings do século IX. Apresentando personagens e batalhas reais, sua narrativa vai muito além do que poderíamos encontrar nos livros de história. Com influências de Lovecraft a Game of Thrones, vem sendo recebido mundo afora como um novo clássico para fãs do gênero.

O reino de Wessex foi o único da Inglaterra que escapou dos invasores nórdicos. Seu rei, Alfredo, negocia um acordo com os bárbaros do Mar do Norte, mesmo sabendo que eles não são adeptos da paz. É preciso estar preparado, a guerra pode recomeçar a qualquer momento. O arcebispo da Cantuária oferece proteção ao reino, através de feitiços descobertos por ele em velhos pergaminhos. O rei só não poderia imaginar que a magia seria ainda mais perigosa que os próprios vikings.

Amazon ♥ Submarino ♥ Saraiva AmericanasLivraria Cultura ♥

Abominação, de Gary Whitta

“Eu vi coisas, disse ele por fim, a voz não mais que um sussurro. ‘Coisas que me levaram a questionar minha fé. E talvez façam questionar a sua”.

O reino da Cantuária estava em um breve período de paz quando Aethelred, arcebispo de Wessex, encontrou inúmeros pergaminhos com uma linguagem muito antiga e arcana. Com a ajuda de alguns pupilos, o arcebispo começou a estudar os pergaminhos e à traduzi-los. Descobriu-se então que aquelas palavras, quando pronunciadas da forma correta, eram capazes de invocar bestas vorazes do interior de outros seres vivos. A existência dessas feras era apenas com um proposito: A morte.

Com um desejo incontrolável por matar e massacrar tudo o que encontrasse pela frente, a vitória da guerra contra os nórdicos estaria garantida. Mas quando os experimentos começaram a envolver seres humanos, Alfredo, então rei de Wessex, mandou parar com todas as práticas de magia negra.

Enfurecido e decidido a enfrentar os nórdicos sozinhos, Aethelred decide reunir o maior número de feras, transformando todas as pessoas que encontrar pelo caminho e rumar sozinho até as fronteiras de seu reino.

Abominação, de Gary Whitta

É a partir daí que nossa história começa a se desenrolar e que conhecemos aquele que será nosso personagem principal durante o livro: Wulfric. Um jovem guerreiro com altas habilidades de batalha. É ele que irá tentar deter Aethelred e impedir que a guerra continue desenfreadamente.

“Algo irrompeu da barriga do porco, o sangue espirrando pelo chão. Vários expectadores berraram, apavorados, e aqueles que estavam mais próximos se afastaram, nauseados quando outra excrescência brotou do corpo do porco, em seguida outra, cada uma brilhando com o sangue escuro e viscoso enquanto se desdobrava e tomava forma”.

Você pode conferir um pouco mais do livro e da sua história dando play no vídeo abaixo:

 

De uma forma envolvente e arrebatadora, Whitta nos dá um livro cheio de batalhas e sangue nos deixando cada vez mais imersos em sua narrativa. Como falei no vídeo, os dois ou três primeiros capítulos não me instigaram tanto. Mas conforme eu fui avançando na leitura fui descobrindo um livro cada vez mais incrível e mais apaixonante!

Com uma leitura fluída o leitor vai sendo levado pela narrativa de forma que sempre sabemos o que se passa na cabeça de cada um dos personagens principais. E isso é um dos pontos altos da história, já que temos conhecimento de cada uma das situações e de como ela estão ligadas.

Abominação, de Gary Whitta

A construção dos personagens também é maravilhosa. Todos os personagens tem uma história bem sólida e são repletos de personalidades. Personalidades reais, daquelas que possuem mais defeitos do que qualidades. Esse é um dos pontos que sempre me chama a atenção em qualquer livro.

O pano de fundo da história é um “q” a mais em toda a narrativa e é impossível não se apaixonar por esse livro ♥

“A força verdadeira não estava em subjugar os inimigos, mas de conquistar o adversário que estava dentro de si”.

É claro que o livro é mais do que recomendado pra todos que são apaixonados por livros de guerra e com batalhas épicas 😉
Alguém aí já leu? O que acharam? Me contem ali nos comentários

Mais conteúdo pra você:

No Comments

Leave a Reply