{Resenha} A Pequena Livraria dos Corações Solitários – Annie Darling

Posy é uma mulher de 28 anos que trabalha na Bookends, uma pequena livraria conceituada de Londres desde que tinha idade suficiente pra isso. Quando mais nova, seu pai era administrador do lugar e sua mãe era responsável por a sala de chá no interior da livraria. Assim, Posy cresceu se vendo cercada por livros. Se apaixonando por personagens dos seus romances favoritos. Vendo sua mãe deslizando atrás do balcão e servindo xícaras de chá para todos os clientes e leitores vorazes da pequena livraria. Até que um terrível acidente mudou sua vida e a vida de seu irmão mais novo, Sam.


Título original:
 The Little Bookshop of Lonely Hearts
Autor(a): Annie Darling
Editora: Verus
ISBN.: 9788576865889
Ano: 2017
Número de páginas: 308

 Sinopse:

Era uma vez uma pequena livraria em Londres, onde Posy Morland passou a vida perdida entre as páginas de seus romances favoritos. Assim, quando Lavinia, a excêntrica dona da Bookends, morre e deixa a loja para Posy, ela se vê obrigada a colocar os livros de lado e encarar o mundo real. Porque Posy não herdou apenas um negócio quase falido, mas também a atenção indesejada do neto de Lavinia, Sebastian, conhecido como o homem mais grosseiro de Londres. Posy tem um plano astucioso e seis meses para transformar a Bookends na livraria dos seus sonhos — isso se Sebastian deixá-la em paz para trabalhar. Enquanto Posy e os amigos lutam para salvar sua amada livraria, ela se envolve em uma batalha com Sebastian, com quem começou a ter fantasias um tanto ardentes. Resta saber se, como as heroínas de seus romances favoritos, Posy vai conseguir o seu “felizes para sempre”. O primeiro livro da série A Livraria dos Corações Solitários!

Amazon ♥ Submarino ♥ Saraiva AmericanasLivraria Cultura ♥

4 estrelinhas

Com a morte de seus pais, Posy se viu responsável pelo seu irmão mais novo. Amparada por Lavínia, dona da livraria, Posy passou a trabalhar como vendedora e a morar no apartamento em cima do estabelecimento. Como leitora assídua, Posy sabe muito bem como vender livros. Sempre foi muito atenciosa com os clientes. Mas agora, ela terá que aprender a administrar o negócio.

Acontece que Lavínia, dona da Bookends, faleceu e deixou a livraria como herança para Posy, pegando-a de surpresa. Agora ela terá que descobrir como alavancar o negócio que já não ia muito bem das pernas e ainda por cima, suportar Sebastian, neto de Lavínia e um homem presunçoso que vive em pé de guerra com Posy desde que eram crianças.

A Pequena livraria dos corações solitários é um Chick lit divertido e super amorzinho. Confesso pra vocês que assim que bati os olhos no livro ele já me conquistou por essa capa ma-ra-vi-lho-sa em tons pastéis. E, mesmo eu não sendo a pessoa mais chegada a livros de romances, me vi encantada com a sinopse e com sua premissa. Durante a minha leitura, fiquei muito feliz de perceber que ele era muito mais do que apenas uma capa bonita. As vezes tanto a capa quanto o conteúdo nos surpreende, não é verdade?

Com personagens bem construídos e um trama bem elaborada, o leitor vai se perdendo nas loucuras de Posy e nas picuinhas de Sebastian até que, quando a gente percebe, o livro terminou e nos deixou com um gostinho de quero mais. No geral, achei o romance um tanto quanto clichê já que era perceptível o que aconteceria nos próximos capítulos com relação ao casal central da trama. Mas não achei esse fato ruim. A pequena livraria de corações solitários é um livro leve e com uma leitura muito gostosa. Um livro ideal pra quando queremos uma leitura rápida e pra aquecer o coração.

Além disso, o romance não é o ponto principal da trama. Aqui acompanhamos o crescimento pessoal de Posy. Após a morte de seus pais e com a incrível responsabilidade de tomar conta do irmão mais novo, Posy meio que se fechou para nossas possibilidades. Ela estava em sua zona de conformo por tempo demais. E ver o processo dela começando a tomar uma atitude para com a própria vida, tirando aquele casulo no qual se enfiou para superar o luto é incrível.

Sem contar que, qual leitor não se identifica com pilhas e mais pilhas de livros nos cantos da casa, não é verdade? E isso é algo que vemos com bastante frequencia durante a leitura. Adorei o clima que o livro trás. Em diversos momentos até nos sentimos dentro da livraria, cercados por todos aqueles livros.

A pequena livraria dos corações solitários é o primeiro livro de uma série que irá contar a história de cada um dos funcionários da Bookends. Todos esses personagens aparecem aqui no livro como personagens secundários e eu já estou bem curiosa pra conhecer um pouco mais da história de cada um deles.

Recomendo o livro pra quem gosta de um romance simples e leve. E aí quem já leu? Me contem ali nos comentários 😉

Maria Simone

24 anos, leonina, carioca, formada em Administração de empresas e leitora assídua até de rótulo de shampoo.

RELATED POSTS

6 Comments

  1. Responder

    Sophie

    junho 23, 2017

    Quero MUITO ler esse livro, você não imagina o quanto! Todos os blogs de resenha estão falando sobre ele e me pareceu tão amorzinho <3
    Beijos
    http://sophiesamiesarfati.blogspot.com.br

    • Responder

      Maria Simone

      julho 21, 2017

      Ele é realmente um amorzinho, Sophie! *–*
      Quando tiver oportunidade, leia sim. Vale muito a pena.

  2. Responder

    Dai Castro

    julho 13, 2017

    Eu adorei a capa, mas romance não é um gênero que leio com muita frequência, então o livro acabou passando meio que batido.
    Acho que é aquele tipo de história mais levinha, ótima para ler entre uma e outra leitura mais densa, né?
    Beijos! <3
    Colorindo Nuvens

    • Responder

      Maria Simone

      julho 21, 2017

      Somos duas, Dai. Não sou uma das pessoas mais chegadas em livros de romance. Leia um na vida outro na morte. Mas é como você falou, esse é um livro tão levinho, tão gostosinho pra ler entre leituras mais densas… Apesar de não fazer meu gênero, gostei muito da leitura ^^

  3. Responder

    Nina Novaes

    julho 16, 2017

    Eu li, Maria!! Adorei o livro também e terminei pesquisando no google sobre a sequência. De fato é um livro cheio de clichês, mas o conjunto da obra (capa, título, sinopse) não promete nada diferente. Agora o jeito é a gente morrer de ansiedade esperando o próximo O.O

    Psicose da Nina | Instagram
    Colunista no Estante Diagonal

    • Responder

      Maria Simone

      julho 21, 2017

      Verdaaade, Nina! São bem clichês, mas as capas são tão amorzinhas! To apaixonada ❤

LEAVE A COMMENT