Histórias de super heróis estão bem em alta ultimamente. São filmes, séries, quadrinhos… Tem de todos os tipos, para todos os gostos. Black Hammer – Origens Secretas me chamou a atenção desde seu lançamento. Com traço sombrios e uma história fascinante, o HQ nos prende junto aos heróis numa cidadezinha rural fora dos limites do tempo.

Uma vez iniciada a leitura é impossível parar de ler até concluí-la.

Título original: Black Hammer
Autor(a):  Jeff Lemire, Dean Ormston & Dave Stewart
Editora: Intrínseca
ISBN.: 9788551003374
Ano: 2018
Número de páginas: 184

 Sinopse:

No passado, eles salvaram o mundo, mas agora levam vidas medíocres em uma cidade rural fora dos limites do tempo. Não há como fugir, mas Abraham Slam, Menina de Ouro, Coronel Weird, Madame Libélula e Barbalien tentam empregar suas habilidades extraordinárias para se libertar desse incomum purgatório. Obrigados a disfarçar seus poderes, sua natureza e suas origens aos olhos dos habitantes locais, eles personificam uma típica família disfuncional, tentando criar para si uma vida normal. Este primeiro volume, Black Hammer: Origens secretas, reúne os primeiros seis fascículos originais e conta ainda com posfácio do autor, perfis da construção de personagens e esboços originais.

Amazon 

4 estrelinhas
Black Hammer – Origens Secretas reúne os seis fascículos originais e conta a história de cinco heróis que, após lutarem contra um antideus, acabaram presos em um lapso do tempo e agora moram em uma pequena fazenda. Lá eles escondem seus verdadeiros poderes e fingem serem uma família disfuncional, enquanto levam uma vida pacata bem diferente do que eles estavam acostumados. O que não é nada fácil! Imagine-se salvando a terra por tantas vezes, sendo o herói de uma nação e, de repente, tudo aquilo ser arrancado de você por 10 longos anos.

Toda a trama é marcada com traços bem melancólicos e se tem uma coisa que não está presente nessa trama é a esperança. E isso se reflete nas ilustrações, com seus tons sombrios. A história é bem realística, então os personagens não tem aquele sonho de que, a qualquer momento, eles sairão daquela situação. Eles tem plena consciência de que estão presos àquele lugar. O que não os deixa menos rabugentos.

Black Hammer tem uma construção de personagens espetacular, todos eles foram super bem criados, possuem muita personalidade e muita desenvoltura. Ao longo do HQ a gente vai conhecendo a história de cada um dos nossos heróis, vamos entendendo como cada um deles se tornou um super heróis, de onde eles vieram, de onde ganharam seus poderes. E é uma história melhor que a outra! Um dos personagens que, para mim, é o mais marcante é o Coronel Weird. Num primeiro momento você pode achá-lo apenas um lunático, louco ou apenas um ser muito esquisito, mas conhecendo sua história, nos deparamos com um homem incrivelmente inteligente, curioso e nosso coração aperta por descobrirmos como ele se tornou o que é nessa história.

Eu não sou uma expert em quadrinhos de super heróis. Meu contato com os antigos HQ foi bem pequeno, apenas os que consegui encontrar internet a fora, mas de longe, podemos perceber que Black Hammer é sim uma homenagem à Era de Ouro dos quadrinhos clássicos. Com um roteiro simples, mas incrivelmente eficiente, o HQ é repleto de Plot Twists e desdobramentos inteligentes que faz o leitor ansiar pelo próximo volume o quanto antes.

Se você é fã de quadrinhos então essa leitura com certeza é pra você ^^

Quem aí já leu? Contem-me ali nos comentários.

Maria Simone

24 anos, leonina, carioca, futura design gráfica e leitora assídua até de rótulo de shampoo. Apaixonada por fotografia e pela natureza.

RELATED POSTS

DEIXE SEU COMENTÁRIO