InResenhas

Imaginário Coletivo – Wesley Rodrigues

Existem livros que, além de nos contar suas histórias, acabam nos inspirando de alguma maneira. A mudar um hábito, a começar a desenvolver outro, nos inspiram a ver a vida com outros olhos, a levar as coisas de uma forma mais leveA aprender a ser livres.

E é sobre isso que Imaginário Coletivo, um HQ escrita e desenhada pelo brasileiro Wesley Rodrigues e lançada pela DarkSide Books, vai falar. Com traços fortes e únicos, o HQ vai contar a história de uma vaca que sonhava em voar.

Nossa HQ de 473 páginas não numeradas, inicia-se com a criação de um mundo onde não existe liberdade, não existe livre-arbítrio nem para os animais e nem para os humanos. No momento da criação dos animais, em uma distribuição de senhas completamente desordenada, um ser que queria nascer como pássaro acabou recebendo uma senha para nascer como vaca.

Apesar a insistência para que sua senha fosse trocada, nada se fez por ela e num ato de revolta contra o sistema, o ser lança-se através da porta dos pássaros.

Imaginário Coletivo - Wesley Rodrigues

A partir daí, começamos a acompanhar a história de uma vaquinha que nasceu de um ovo e que seu maior sonho era voar. De tanto tentar e de tanto sonhar a vaca consegue realizar o seu sonho. Além de voar, a vaquinha também começa a produzir um leite diferente que acaba mudando a vida de todos que vivem no pequeno vilarejo onde foi criada.

Como uma boa fábula, Imaginário Coletivo busca inspirar o leitor e traz todo aquela temática de lição de moral. Aqui vamos falar sobre identidade, potencial, liberdade, sobre força de vontade, sobre nossa força para nos tornarmos livres e fazer o que for preciso para alcançar nossos sonhos, sobre jogar tudo para o alto e ir atrás daquilo que nos faz leves, felizes e livres. Sobre a liberdade de ser que a gente é. E de poder nos tornarmos uma versão melhor de nós mesmos todos os dias.

O personagens do HQ são bem marcantes e com história bem completas e desenvolvidas. Todo o mundo do HQ é imaginário e aqui temos humanos sem qualquer liberdade. Nesse mundo os humanos se submetem a um rei completamente autoritário, que retira todo e qualquer direito das classes mais pobres, os obrigando a trabalhar por horas a fio, em completo silêncio, garimpando ouro nas margens de um rio. Ouro esse que iria todo e exclusivamente para o rei. E os garimpeiros ainda precisavam respeitar tudo o que fosse dito pelo rei ou seu servo, ou eles acabariam severamente castigados.

Com traços fofos que podem ser considerados obras de arte o HQ nos diverte em inúmeros trechos enquanto em outras tantas nos deixa pensativos com seus trechos pra lá de filosóficos. O leitor mergulha cada vez mais fundo em todo esse universo tão lindo criado pelo autor que traz a liberdade como principal questão.

Imaginário Coletivo - Wesley Rodrigues
Imaginário Coletivo - Wesley Rodrigues

E eu nem preciso comentar sobre essa edição da DarkSide Books não é mesmo? Nossa capa dura já conhecida ganhou vários elementos em verniz que dão um charme a mais em toda a capa. Os traços do Wesley Rodrigues são um charme a parte. Vale lembrar que essa é a primeira HQ nacional lançada pela caveirinha. E eles fizeram uma edição magnífica que realmente é tudo aquilo que uma história desse calibre merece.

Sobre o autor

Wesley Rodrigues é um ilustrador, animador e quadrinista brasileiro. Nascido em Goiânia, o autor é responsável pelo curta-metragem O Violeiro Fantasma. Também dirigiu Faroeste – Um Autêntico Western e esteve na equipe da animação Até que Sbórnia nos Separe. Publicou as HQs Pescador de Ilusões e Luiz Gonzaga: Asa Branca – Menino Cantador.

Se você ainda não conhece o trabalho do autor, você pode conhecer um pouco mais de suas obras acessando seu Instagram (que é esse aqui).

Imaginário Coletivo é realmente um livro que mexeu muito comigo e que entrou para minha lista de favoritos da vida. E eu indico demais pra todos que queiram ler algo leve, mas com um grande valor.

Você pode conferir um pouco mais da HQ assistindo o vídeo resenha abaixo.

Alguém aí já leu o HQ? O que acharam? Me contem nos comentários 😉

0

Você também pode gostar

Deixe uma resposta