InResenhas

O Verão que Mudou Minha Vida, Jenny Han

Jenny Han é uma autora bem conhecida quando o assunto são livros de romance. Para todos os garotos que já amei se tornou um fenômeno, principalmente depois do filme lançado no ano passado pela Netflix.

Mesmo assim, meu primeiro contato com a autora não foi com Para Todos os Garotos que já Amei. Por não gostar tanto assim de romance, não me interessei muito por esse livro quando ele foi lançado, nem na época em que estava no hype e nem quando o filme, enfim, foi lançado.

Mas recentemente a Editora Intrínseca relançou um dos primeiros livros da autora e a edição em si me chamou a atenção logo de cara. Capas coloridas, inspiradas no mar, com o nome do livro em textura que chega até a parecer com a areia da praia… Achei a sinopse interessante e resolvi dar uma chance para a história e para a autora.

Primeiro livro da Trilogia Verão, O Verão que Mudou Minha Vida é um livro bem fininho, com 233 páginas e vai contar a história da Belly. Todos os verões da sua vida, desde que ainda era um grãozinho na barriga, ela vai para casa de praia da Suzannah, melhor amiga da sua mãe, junto com seu irmão mais velho e os dois filhos de Suzannah: Conrad e Jeremiah, que são seus crushs de infância (principalmente o Conrad).

Por ser a mais nova e ainda por cima uma menina, Belly sempre foi deixada de lado na maior parte das brincadeiras ou quando os meninos resolviam sair para alguma festinha…

Mas esse verão, agora com 16 anos, ela sabe que as coisas serão diferentes. Ela sabe que tudo será melhor. Afinal, ela mesma se sente diferente. Ela sabe que mudou, tanto interna quanto externamente, e sabe que isso fará com que seu verão seja inesquecível.

Aqui, ela vai reencontrar pessoas do seu passado, irá à festas, provocará ciúmes nos amigos, terá um amor de verão e receberá uma das piores notícias da sua vida.

 O Verão que mudou minha vida tem uma leitura bem leve e dinâmica. Com um enredo de fácil leitura, o leitor consegue terminar o livro em apenas uma sentada.

Os capítulos são intercalados entre presente e passado, então acompanhamos alguns acontecimentos da vida da Belly quando ela tinha seus 10/11 anos, assim como os acontecimentos do presente.

Apesar de, no geral, ter gostado da história, algumas coisas me incomodaram bastante no livro. Uma delas é a personalidade incrivelmente egocêntrica e mimada da Belly, nossa personagem principal. Não sei se é o fato dela ser uma adolescente, de estar passando por essa fase, que no geral não é lá muito boa pra ninguém, seja o principal culpado…

Mas Belly é do tipo de menina que acha que tudo gira em torno do seu próprio umbigo. O tempo inteiro ela está falando sobre ela mesma, seus problemas, suas dores de cabeça adolescentes. Ela negligência todos à sua volta e só espera que o verão seja perfeito para ela. Em diversos momentos ela se sente perdida no que está acontecendo com as demais pessoas da casa, deixa passar diversos sinais por estar simplesmente focada em si mesmo. E só. Espero realmente um amadurecimento da personagem nos próximos livros da série porque ela realmente me irritou profundamento em algumas cenas.

Vocês já leram O Verão que Mudou Minha Vida? O que acharam? Me contem ali nos comentários 😉

ADQUIRA SEU EXEMPLAR: AMAZONSKOOB

0

Você também pode gostar

Deixe uma resposta